in

Essa é a dieta que nunca vai te decepcionar; pessoas comem de tudo e ainda emagrece

deposiphotos.com

Dieta ou reeducação alimentar? Todos os dois são recomendados para a perda de peso. A dieta geralmente costuma ser a base de um plano restritivo alimentar onde nem todos os alimentos podem ser consumidos. A reeducação alimentar é diferente, é sempre uma dieta, porém nela você pode comer de tudo. O segredo é equilibrar as calorias e combinar corretamente os alimentos no prato. 

Publicidade

Geralmente quem faz dietas milagrosas, restritivas, detox e outras, não conseguem manter o foco por muito tempo. Quem adota esse tipo de dieta sempre acaba desistindo no meio do caminho. Isso porque existem muitos alimentos que não podem ser consumidos e no fim de tudo a pessoa vai ficando enjoada e acaba por abandonar a dieta.

Todavia, a reeducação alimentar é exatamente o contrário. Nela você ensina seu corpo a comer de tudo, em quantidades menores e por essa razão, a pessoa consegue manter o foco por muito tempo. A regra é reeducar o paladar e fazer trocas inteligentes, onde você troca o alimento “lixo”, que é aquele com pouco ou nada de nutrientes por aqueles ricos em vitaminas, minerais e nutrientes e principalmente, naturais.

Publicidade

Muitas pessoas que escolhem a reeducação alimentar conseguem manter o pique por mais de um ano. Nesse plano você come de tudo, em quantidade menores e com um detalhe: o prato é dividido em três partes iguais, onde uma parte são carboidratos, só pode comer um por refeição, jamais dois no mesmo prato. O segundo grupo é a proteína animal, que são as carnes, os laticínios e ovos. O terceiro e último grupo são as proteínas vegetais, legumes e verduras. 

Publicidade

A reeducação alimentar é a melhor receita que existe para emagrecer, nela você vai ganhar uma saúde de ferro e o peso que perder pode não ser recuperado. Tudo é bem simples: troque os pães de farinha branca por pães integral. Troque as carnes gordas e com molho por carne branca e grelhada, peixes, frango e carne vermelha magra. Inclua laticínios magros na sua dieta matinal.

Publicidade

Outrossim, cereais, frutas, dois litros de água por dia, chás diuréticos, e esqueça do fast food, sanduíches, bacon, doces, guloseimas, refrigerantes e bebidas alcoólicas. Substitua o açúcar por adoçante ou aprenda a tomar café sem açúcar.  Coma de 3 em 3 horas e jamais pule refeições. Quem adota a reeducação alimentar precisa seguir tudo direitinho e uma coisa que não pode é pular refeições.

A reeducação alimentar é um percurso seguro onde você educa seu paladar, aprende a comer de forma mais saudável, natural e equilibrada, e ao mesmo tempo nutre seu sistema imunológico, porque o que acontece é o seguinte: você estará consumindo mais vitaminas, minerais, menos gordura e tudo isso junto é positivo para seu bem-estar.

Essa é a melhor dieta que existe, não afeta a saúde, não compromete o andamento do dia a dia e os resultados se veem na balança. Outro fator importante é fazer 30 minutos de atividade física todos os dias. A atividade física desperta o metabolismo, estimula a produção de endorfina, mantém longe a compulsão alimentar, controla a ansiedade  melhora a qualidade de vida.

ATENÇÃO: o texto é apenas opinativo e não possui base científica. Os resultados podem variar de acordo com os hábitos e organismo de cada pessoa. O acompanhamento de um profissional é sempre indispensável.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Priscilla Rodighiero

Formada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá, amante da escrita e do conhecimento, redatora de profissão, poetiza e escritora, mãe, esposa e serva do Senhor.