in

Racismo de Paula gera punição histórica à Globo

Foto/Montagem: TV Globo

A décima nona edição do Big Brother Brasil acaba nesta sexta-feira, 13 de abril. O reality show, no entanto, não decolou. Com um elenco sem graça e uma protagonista preconceituosa, a Globo teve uma punição histórica do telespectador. O público, simplesmente, deixou de assistir à atração comandada por Tiago Leifert. 

Publicidade

De acordo com dados prévios, a média geral do BBB 19 deve ser de 20 pontos na grande São Paulo. Até então, a pior audiência de todos os tempos da atração havia sido 25 pontos na mesma região. Como diria o colunista Odair Braz Junior, do R7, nem mesmo o racismo de Paula ajudou o BBB a ganhar atenção.

“Ela já falou mal de minorias, criticou religião alheia, mostrou homofobia, reclamou de cotas em universidades, disse que não quer ser doadora porque “como vou chegar no céu sem olho” etc e tal. Com isso, ela acabou virando queridinha nas redes sociais, coisa fundamental para levar audiência ao programa”, cita o colunista em um texto publicado nessa semana. 

Publicidade

Ainda assim, nem com a viralização de conteúdo nas redes sociais, o BBB bombou. A novela das nove não ajudou muito a atração, mas ainda assim é notório como o público, simplesmente, não se interessou pelo elenco do produto.

Publicidade

Estranhamente, mesmo tendo a pior audiência de todos os tempos e pior repercussão na internet dos últimos anos, seja nas redes sociais ou na mídia de internet, o programa registrou votações históricas. 

Publicidade

Um dos paredões, segundo a Globo, teria conquistado números surreais de mais de 200 milhões de votos. Já Tiago anunciou que as inscrições para o BBB 20 estão abertas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.