in

Cássio revela sacrífico que fez para jogar semifinal completa

Após uma partida difícil no estádio do Pacaembu diante o Santos, o Corinthians conseguiu a classificação para a final do Campeonato Paulista. A partida contra o Peixe foi considerada uma das mais difíceis para o Corinthians, e também uma das piores atuações da equipe do técnico Fábio Carille.

Publicidade

O Timão não conseguiu sair para jogar nesta segunda-feira (08) no Pacaembu, por conta da pressão imposta pelo Santos na partida. O jogo terminou em 1 a 0 para o Peixe que levou a decisão para os pênaltis.

O goleiro Cássio, do Corinthians, falou sobre o sacrifício que foi chegar até as cobranças de pênaltis. No tempo normal de jogo, o Santos chutou 23 vezes ao gol, sendo 11 finalizações corretas. Sendo assim, o Cássio esteve por 11 vezes fazendo defesas difíceis em sua meta.

Publicidade

Além disso, o camisa 12 do Timão esteve sete vezes muito perto de fazer a defesa dos pênaltis, mas não conseguiu alcançar a bola em nenhuma delas. Apesar de não ter defendido nenhuma penalidade, o torcedor corintiano deu méritos ao goleiro pela partida em tempo normal.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Foram várias bolas, algumas com grau de dificuldade maior, outras nem tanto. Tem jogos que não vem nenhuma bola e eu tenho de estar preparado. Tentei fazer meu melhor e saio feliz com a classificação”, disse Cássio sobre as defesas em tempo normal.

Publicidade

O goleiro Cássio terminou a partida como herói, diferentemente do técnico Fábio Carille, que foi fortemente criticado pela torcida alvinegra. Os torcedores não gostaram nem um pouco da atuação do Corinthians nos 90 minutos, e o alvo foi o treinador, por conta da equipe ter ficado se defendendo todo o tempo de jogo.

Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com