in

Zidane e sua lista de 13 dispensáveis no Real Madrid

Goal

Zinedine Zidane aceitou regressar ao Real Madrid, quando o time estava com a temporada perdida, por uma razão especial. O treinador quer aproveitar esses últimos jogos para planejar bem a temporada.

Publicidade

Até agora, o francês teria já uma certeza, concordando com Florentino Pérez: a revolução no elenco não pode mais ser adiada.  

Mudanças começam na defesa  

Por essa razão, Zidane estaria preparando uma lista de até 13 baixas. E vai começar logo com a defesa, onde Vallejo tem um pé e meio na porta de saída. Nacho também é um transferível.

Publicidade

E depois, tem o caso de Marcelo. O francês ainda estaria tentando manter o lateral brasileiro, mas sem sucesso. Seu desempenho não é mais o mesmo e o brasileiro será, ao que tudo indica, transferido para a Juventus, de Cristiano Ronaldo, antes que seu valor caia ainda mais.  

Publicidade

Meio-campo também terá novidades 

No meio-campo, Casemiro, Kroos, Ceballos, Isco e Modric também preparam as malas. O alemão Kroos já teria quase tudo acertado com o Manchester City, de Pep Guardiola, e o croata Modric estaria negociando com a Inter de Milão.

Publicidade

Se as propostas forem boas, o Real vai aceitar, e depois remodelar o time com novas estrelas. Casemiro, por sua vez, está longe de sua melhor versão e Zidane pensa em outro jogador para fazer sua posição. Depois, os casos de Ceballos e Isco, que não contrariam mais para o Real Madrid.   

Surpresas no ataque 

No ataque, também já teriam algumas certezas. James Rodriguez não contava para Zidane e agora que o colombiano vai terminar seu contrato de cedência com o Bayern de Munique, também não deve ter vaga com o treinador. O Bayern de Munique não deverá acionar sua opção de compra e será transferido por o maior lance, de um mínimo de 60 milhões de euros, segundo o Don Balón. 

Gareth Bale também está na porta de saída. O galês não convence mais em Madrid e tem o interesse do Manchester United. 

Finalmente, Marco Asensio, que perdeu seu crédito, falhando de se impor em um ataque sem Cristiano Ronaldo. Mariano e Brahim Díaz estarão de saída, por não terem ainda o nível para um time como o Real Madrid.

Publicidade
Publicidade