in

Escola pública distribui apostilas com Bolsonaro e Michelle na capa, mas sofre castigo

G1

Em uma escola da rede municipal de Guarulhos, Escola Municipal Sophia Fantazzini Cecchinato, começou a ser distribuída, no mês passado, uma apostila que dava início aos estudos dos alunos. O fato polêmico é que esta carregava a foto do presidente Jair Messias Bolsonaro ao lado de sua esposa, Michelle Bolsonaro.

Publicidade

Logo, a repercussão foi grande, pois professores denunciaram o ato que é considerado inconstitucional, pelo artigo 37 da Constituição de 1988, que proíbe agentes públicos de veicularem as mensagens oficiais símbolos, nomes ou imagens que possam ser entendidos como promoção pessoal o partidária.

A Secretária de Educação da Prefeitura de Guarulhos se pronunciou sobre o assunto e afirmou que o produto não foi criado por eles, e sim de autoria do próprio diretor, portanto o mesmo já foi notificado.

Publicidade

Além da notificação, a escola foi avisada para mudar as capas das apostilas que vão aos alunos. Uma nota oficial também foi publicada pela Secretária de Educação e refirma que se trata de um documento interno da unidade.

Publicidade

Os contrários ao presidente foram totalmente ativistas contra a escola municipal, até porque consideram o ato contra a ‘Escola Sem Partido’, que é o projeto apoiado pelo próprio Bolsonaro. Contudo, vale ressaltar que o presidente não tem nenhuma relação com o caso.

Publicidade

Por outro lado, o presidente Bolsonaro não se pronunciou sobre o caso. Mas apoiadores do presidente ficaram do lado que a escola pudesse ter as apostilas com esta capa, até porque se trata da imagem do presidente.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com