in

Pais cuidam de bebê 10 dias após sua morte e intrigam pessoas do mundo todo

Ig

Esta história vem intrigando pessoas do mundo todo, afinal, como é possível ficar com um bebê morto por tantos dias? India Gibson e Jamie Hayes chegaram ao quarto do filho de 6 meses para ver como ele estava e então descobriram que a criança estava morta. O pequeno Toby estava deitado em seu berço e segundo os pais, ele morreu enquanto dormia.

Publicidade

O casal ficou arrasado com a morte do filho, mas não queriam ficar sem ele naquele instante, pois precisavam de um tempo para se acostumarem com a ideia de que perderam o filho. Foi então que eles decidiram ficar com a criança por pelo menos 10 dias, apesar dela já estar sem vida.

E só foi possível ficar com a criança morta tanto tempo em casa, graças a um berço capaz de manter uma temperatura especial. Este berço foi doado aos pais por uma instituição de caridade do Reino Unido. Esta instituição atende famílias que ficam arrasadas quando perdem o filho recém-nascido ou que nascem já sem vida.

Publicidade

Este berço foi produzido especialmente para estas ocasiões, o berço conta com um sistema de resfriamento que mantém o corpo do bebê por alguns dias e assim, os pais puderam ficar com o filho morto em casa e aos poucos foram se preparando para finalmente se despedirem dele.

Publicidade

Nós o beijávamos para dar bom dia, boa noite e dar a ele o amor que sempre demos. Também demos muitos abraços e conseguimos manter uma rotina com ele“, contou a mãe.

Publicidade

Os pais disseram que os 10 dias foram fundamentais para que toda família se despedisse e finalmente a criança foi enterrada.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br