in

Grupo terrorista Hamas ‘ataca’ Bolsonaro e condena visita a Israel

Fotomontagem: Instagram Jair Bolsonaro / Wikimedia Commons/Diogo Marcondes

A viagem do presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PSL) para Israel está causando grande polêmica no mundo árabe. Nesta segunda-feira (1º), o grupo terrorista islâmico Hamas divulgou nota criticando a visita de Bolsonaro.

Publicidade

A nota foi publicada no site da organização terrorista. “O movimento Hamas condena veementemente a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro à ocupação israelense como um movimentação que não apenas contradiz a atitude histórica do povo brasileiro que apoia a luta pela liberdade do povo palestino contra a ocupação, mas também viola as leis e normas internacionais“, diz trecho do comunicado.

Em Israel, Bolsonaro afirmou que o governo brasileiro vai criar um escritório de negócios em Jerusalém. O presidente também visitou o Muro das Lamentações acompanhado pelo primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu. Esta foi a primeira vez que um chefe de Estado realizou essa visita ao lado de um primeiro-ministro israelense.

Publicidade

Jair Bolsonaro sempre mostrou ser próximo de Israel e do povo judeu, desde antes de iniciar a campanha para a presidência da República, no ano passado. O presidente do Brasil prometeu mudar a embaixada brasileira para Jerusalém, mas parece ter recuado da ideia.

Publicidade

Em seu comunicado, o grupo terrorista Hamas pede à Liga Árabe e a outras entidades que internacionais que pressionem o governo brasileiro a não apoiar “a ocupação israelense”, conforme diz o texto, que termina falando sobre “abomináveis crimes e violações cometidas contra o povo palestino” por Israel. O governo brasileiro ainda não comentou a nota do Hamas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!