in

Zidane tem cinco problemas no Real Madrid

AS

O Real Madrid venceu o Huesca por 3 a 2 na 29ª rodada da liga espanhola. Com a vitória, o Real segue colado no Atlético de Madrid e continua vendo o segundo lugar como objetivo. O Real está dois pontos atrás do vizinho de Madrid, e a 12 do líder Barcelona. Essa foi a segunda vitória seguida do Real Madrid, no segundo jogo de Zidane.

Publicidade

Vitória suada contra o Huesca 

Apesar do time ter garantido os três pontos, esse foi um jogo bem suado para o Real Madrid, que precisou sofrer muito para ganhar do último classificado da liga. Só no final da partida, Benzema conseguiu fazer o gol da vitória contra o modesto Huesca. 

Zidane acabou surpreendendo com suas escolhas para essa partida, mostrando que ele está mais preocupado em perceber quem tem no seu elenco, do que propriamente nos resultados. Ele fez várias mexidas, jogando com seu filho, Luca Zidane, no gol, Odriozola em vez de Carvajal, na direita, Nacho do lado de Ramos, e Marcelo voltou a merecer a titularidade com o francês. 

Publicidade

No meio-campo, o habitual tridente Casemiro, Kroos e Modric deu lugar para Isco, Marcos Llorente e Ceballos e na frente, Zidane escolheu Bale, Benzema e o jovem Brahim. 

Publicidade

Os cinco problemas de Zidane 

No final da partida, Zidane pôde tirar suas conclusões e o treinador teria identificado cinco jogadores que são um problema, de acordo com o site Diário Gol. 

Publicidade

O primeiro é o Marcelo. O lateral brasileiro jogou muito pouco nessta temporada, mas é nele que Zidane mais confia. Zidane quer continuar com ele, mas o jogador vai precisar elevar seu nível, ou Zidane terá aqui um problema sério. O brasileiro continua bem abaixo de sua melhor forma. 

O segundo da lista é Marco Asensio, que também aprece não contar muito para Zidane. O francês não estaria gostando de sua atitude mais descomprometida e, ainda para mais, acusam o jogador de abusar das festas. 

O terceiro da lista é Brahím Díaz, um jovem que Florentino Pérez assinou no mercado de janeiro, mas que ainda não convence. O jogador teria ainda um longo caminho a percorrer para alcançar um nível próximo ao exigido em Madrid.  

O mesmo acontece com Dani Ceballos que, na opinião de Zidane, não tem nível para jogar no Real Madrid. O jogador espanhol é ainda acusado de ser um protegido de Florentino Pérez, mas aprece que não vai ter sorte com Zidane. 

Finalmente, Gareth Bale. O galês continua muito longe do nível esperado. E, dessa forma, ele não vai contar para Zidane no próximo ano. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade