in

Irmã de Michael Jackson revela ter sido abusada pelo pai aos 11 anos, e choca com relato

Montagem: SDK

Michel Jackson é um nome que será lembrado na história da música. O cantor, que faleceu em 2009, sempre teve seu nome lembrado até hoj, não só pelas mais lindas canções que compôs, mas também pelos casos de abusos que supostamente teria cometido com menores de idade.

Publicidade

De fato, nunca ficou comprovado que o astro da música POP tenha mesmo cometido abusos contra menores, mas mesmo assim, o mundo se choca toda vez que uma notícia desse tipo contra o ídolo vem à tona.

Mas ao que parece, casos de abusos estão entranhandos na família do cantor. Isso porque, sua irmã, La Toya Jackson, resolveu vir a público fazer uma grave denúncia contra o pai. Em entrevista a um programa de televisão, a artista abriu o jogo e falou sobre o suposto abuso que sofreu de seu progenitor.

Publicidade

Na entrevista, La Toya relatou que foi abusada pelo pai com 11 anos. As confissões surgem através do livro que a irmã de Michael está lançando. Nele, ela faz várias revelações, entre elas, o caso de abuso sofrido pelo próprio pai.

Publicidade

La Toya explicou, que o pai se deitava na mesma cama que ela, com o conhecimento da mãe, Katherine Jackson, que clamava para que ele a deixasse dormir em paz: “Quando o meu pai saia da cama dele e vinha para a minha, a minha mãe dizia: ‘Não, Joe, esta noite não. Deixa-a descansar. Deixa-a em paz, ela está cansada’”.

Publicidade

O pai, nunca deu condições para mãe, pois, conforme os anos iam passando, os abusos se tornavam cada vez mais frequentes. Apesar de não ter entrado em detalhes, La Toya disse que a irmã Rebbie Jackson saiu de casa aos 16 anos, por não suportar mais as atitudes do pai.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.