in

Bolsonaro anuncia demissão histórica ao saber de jantar de R$ 290 mil com dinheiro público

Foto :Isac Nóbrega/PR

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, desde o início da sua campanha, assumiu que seria atuante contra os benefícios em massa aos políticos e integrantes do Governo Federal. Desde então, o presidente vem buscando cortar gastos.

Publicidade

Bolsonaro, no entanto, resolveu desmentir a Teté Bezerra, presidente da Embratur, que havia falado que pediu demissão do cargo. Em live no Facebook, Bolsonaro revelou que ele mesmo a demitiu por um motivo que deixou a muitos perplexos.

O capitão da reserva contou que a ex-presidente estava planejando fazer um jantar que custaria R$ 290 mil aos cofres públicos. Neste, Alceu Valença iria cantar. “Você ia pagar a conta“, destacou o presidente.

Publicidade

Bolsonaro ainda contou como fez. Disse que ligou ao ministro do Turismo, exigindo que cancelassem o jantar e que também fosse cancelada a função da responsável pela Embratur.

Publicidade

Isso é um escracho, um deboche para com o brasileiro, que está cansado de pagar imposto, está cansado de ser extorquido e não ter na ponta da linha uma prestação de serviço“, disse o chefe do Poder Executivo.

Publicidade

Reforma da Previdência

Em meio a algumas polêmicas, o grande objetivo de Bolsonaro, no momento, é a aprovação da Reforma da Previdência. Para isso, o presidente vem articulando no Congresso Nacional para conseguir a maioria de votos possíveis.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, trocou farpas com o presidente da República recentemente. Entretanto, Bolsonaro chamou o episódio de ‘chuva de verão’.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com