in

Bruna Surfistinha ataca Bolsonaro, mas faz pedido curioso: ‘Me chamem de p***’

Veja / Montagem / UOL

Raquel Pacheco é uma ex-garota de programa que ficou famosa em todo o país por ter escrito um livro sobre sua vida profissional inusitada. Mais conhecida como ‘Bruna Surfistinha’ e hoje apenas escritora, a loira tem provocado polêmica nas redes sociais por motivos polêmicos. 

Publicidade

Bruna Surfistinha está usando suas páginas para criticar o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. O problema é que nem tudo o que a famosa fala é bem digerido pelos fãs, Um pedido da ex-garota de programa, inclusive, está dando o que falar. 

Tudo porque Bruna disse que podiam a chamar de “put*”, mas não de bolsominion. O termo é usado – comumente – para se referir aos eleitores mais assíduos de Bolsonaro, que, mesmo após campanha, continuam a defender o líder do PSL.

Publicidade

Bruna Surfistinha pede para internautas a chamarem de put*, mas não de Bolsominion

“Me chame de put*, mas não me chame de ‘bolsominion’, pelo amooor de Deus!”, publicou na rede social Twitter. A postagem da atual DJ já conta com quase 35 mil curtidas e deu o que falar.

Publicidade

Veja abaixo o post da discórdia criado por Bruna diante do assunto: 

Publicidade

“Não tenho dúvida que você não faria parte de um grupo que lutou para tirar um bando de corruptos viciados do poder. Nem p*** você merece ser”,  respondeu um dos internautas bravos com a postagem de Bruna Surfistinha. 

Alguns seguidores atacaram a loira e defenderam Jair Bolsonaro, enquanto outros apoiaram o posicionamento político de Raquel, que não voltou atrás do que disse e se manteve segura. Ainda assim, ela continua a sofrer bastante. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.