in

Mulher morre após ser atacada por seus dois cães pitbull durante passeio

Divulgação Infobae

Uma mulher morreu depois de ser atacada por seus próprios cães pit bull, em um abrigo onde os animais estavam.
Johana Villafañe, de 33 anos, que morreu no último sábado, 23 de março, em um hospital em Dallas, Texas (EUA), onde foi levada em estado grave após ser atacada por seus cães, que estavam sendo mantidos em um abrigo para animais, por comportamento agressivo. 

Publicidade

Segundo relatos da polícia, a mulher foi à clínica do Hospital Animal O’Connor, para alimentar seus animais de estimação, que haviam sido colocados em quarentena por terem mordido uma pessoa há alguns dias – e seriam submetidos a um teste de raiva.

Grant Dickey, um dos vizinhos de Villañafe, disse ao canal de notícias KTVT-TV, que os cães haviam quebrado a cerca naquele dia, antes de escaparem do bairro e morderem alguém.
O trágico incidente ocorreu quando Villañafe passeava com os animais por uma área aberta, depois de tê-los alimentado, e, de repente, os animais atacaram a vítima.

Publicidade

Depois de alguns minutos, os funcionários da clínica encontraram a mulher deitada e gravemente ferida no chão, enquanto seus cães pitbull ainda a mordiam e não deixavam ninguém se aproximar dela, de acordo com a polícia.

Publicidade

As autoridades relataram que a jovem foi autorizada a visitar seus dois cães no abrigo para dar-lhes atenção e alimentá-los. Os médicos relataram sua morte pouco depois dela dar entrada no hospital. Enquanto isso, uma página de captação de recursos do Facebook descreveu Villafañe como “uma mãe incrível que estava completamente apaixonada por seus dois filhos“.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.