in

Justiça manda soltar ex-presidente Michel Temer

Reprodução / Flickr PT

A prisão do ex-presidente Michel Temer foi um dos assuntos mais comentados nos últimos dias no cenário político brasileiro. Nesta segunda-feira (25), o desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), mandou soltar o emedebista.

Publicidade

Temer foi preso após decreto do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, responsável pela Operação Lava Jato. O ex-ministro Moreira Franco, sogro do deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, também vai ser liberado.

Temer presidiu o Brasil entre maio de 2016 e dezembro do ano passado. Ele era vice na chapa de Dilma Roussef (PT) e ocupou o lugar da ex-presidente quando ela sofreu impeachment. Petistas acusaram Temer de dar um golpe em Dilma para ficar com o cargo de chefe do Executivo.

Publicidade

O ex-presidente foi preso na quinta-feira (22). Investigações apontam que ele recebeu R$ 1 milhão da Engevix. As ações ocorreram no âmbito da Operação Descontaminação, um dos desdobramentos da Lava Jato. Além de Temer e Moreira Franco, outras oito pessoas foram presas.

Publicidade

Temer também foi acusado de ser um dos principais líderes de uma quadrilha que estaria agindo há cerca de 40 anos e desviou bilhões dos cofres públicos. Apesar de tudo isso, Temer teve em sua defesa ninguém menos do que Lula. O petista, preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, acusa a Operação Lava Jato de agir de forma espetacularizada.

Publicidade

Com a soltura de Temer, o PT deve usar isso como argumento para tentar pedir a libertação de Lula, preso desde abril do ano passado. A diferença, porém, é que o petista foi julgado e condenado em duas instâncias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!