in

Justiça libera apreensão da Taça do Mundial do Corinthians; veja o motivo

Imagem: Divulgação/SC Corinthians Paulista

O Corinthians vive um drama na Justiça. O clube Alvinegro perdeu o recurso que iria suspender a penhora da taça do Mundial de Clubes de 2012. O título foi vencido pelo Timão em cima do Chelsea, sendo considerado um dos triunfos mais importantes da história do clube.

Publicidade

O caso foi julgado no Tribunal de Justiça de São Paulo na tarde desta quarta-feira (20) com a vitória do Instituto Santanense. O caso está na justiça por conta de uma cobrança do Santanense, que cobra uma dívida que bate cerca de R$ 2,5 milhões a R$ 4,5 milhões, segundo os advogados do Instituto.

A taça do Mundial de Clubes 2012 será utilizada como maneira de indenizar a universidade que, desde 2008, cobra a dívida de R$ 2,48 milhões do clube Alvinegro. 

Publicidade

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, falou sobre o caso na tarde desta quinta-feira (21), em entrevista após a reunião na Federação Paulista de Futebol: “A gente tem ônibus, caminhão, terreno, mas se eles querem a taça do mundial, fazer o que. A taça que nós temos é réplica, a original já está com a fifa a muito tempo”.

Publicidade

O Corinthians foi condenado a indenizar a instituição em 2010 no valor de R$ 2,48 milhões. Porém, essa dívida nunca foi paga, sendo assim, o Instituto Santanense continuou lutando pelos seus direitos.

Publicidade

No início de 2018, a entidade que pede a penhora da taça do mundial de clubes, tentou bloquear as rendas de bilheterias da Arena Corinthians e até mesmo o dinheiro da venda de Rodriguinho. No final do ano, solicitou ao Corinthians a renda da partida contra o Cruzeiro, na final da Copa do Brasil de 2018.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com