in

Saiba todos os detalhes sobre as acusações que levaram Michel Temer à prisão

BBC

O ex-presidente da República, Michel Temer, foi preso no final da manhã desta quinta-feira (21) por agentes federais que compõem a Força-Tarefa da Lava Jato.

Publicidade

No momento, Temer está respondendo a 10 inquéritos, porém o que o levou para a prisão é um suposto pagamento de propina pela Engevix, a qual tinha um contrato com a Eletronuclear. Tal inquérito tem a autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2019.

Nesse inquérito o ex-presidente já não tinha mais foro privilegiado e agora a investigação está a cargo da Lava Jato. Mais cinco casos já tramitavam no STF, mas eles foram abertos enquanto Temer ainda era presidente.

Publicidade

Entenda as acusações contra Temer

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

1- Propina de R$ 1 milhão da Engevix: o dono da construtora disse, em uma delação privilegiada, que pagou esse valor de propina, como pedido de João Baptista Filho, que é amigo do ex-presidente, do ex-ministro Moreira Franco – e com o conhecimento de Temer.

Publicidade

2 – Reforma do imóvel da filha: é analisado uma suposta lavagem de dinheiro, que foi usada na reforma de um imóvel de Maristela Temer, em São Paulo.

3 – Superfaturamento em contrato da Argeplan: suspeita de superfaturamento em um contrato que gira em torno de R$ 100 milhões.

4 – Contrato fictício no Porto de Santos: corre esse inquérito delatado por Flávio Calanzas, no qual pode haver um contrato fictício de prestação de serviços que chega a R$ 375 mil.

5 – Contrato irregular entre a Argeplan e a Fibira Celulose: a Justiça Federal do estado de São Paulo está analisando algumas suspeitas de um contrato irregular entre as empresas, que envolvem mais de R$ 17 milhões.

6 – Jantar no Jaburu com a Odebrecht: esse inquérito apura o possível recebimento de R$ 10 milhões em vantagens.

7 – Decreto dos Portos: ele está sendo denunciado por corrupção passiva e por lavagem de dinheiro, por ter um possível envolvimento em um esquema que favorece algumas empresas.

8 – Mala de dinheiro de Rocha Loures: possível envolvimento de corrupção em uma mala recheada com R$ 500 mil.

9 – Tentativa de comprar o silêncio de Eduardo Cunha: está sendo avaliada a tentativa de compra de silêncio do ex-deputado, que está preso pela Lava Jato e também do operador Lúcio Funaro.

10 – Organização criminosaquadrilhão MDB: Temer pode estar envolvido em um núcleo com outros políticos, que cometem crimes contra empresas e órgãos públicos.

Publicidade

Escrito por Nado C.

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .