in

Globo associa Bolsonaro a policial suspeito de matar Marielle Franco: ‘coincidência’

reprodução / Dayane Pires - Câmara Municipal RJ

O quadro de humor “Isso a Globo não mostra“, exibido dentro do Fantástico, tem sido um dos assuntos mais comentados relacionados à emissora nas redes sociais. Na noite deste domingo (17), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mais uma vez foi alvo do que alguns chamam de brincadeira e outros, de ataque.

Publicidade

O nono episódio da série associou o policial militar reformado Ronnie Lessa, que está preso sob suspeita de ter assassinado a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), no ano passado, ao presidente Jair Bolsonaro. Lessa morava no mesmo condomínio que Bolsonaro, na Barra da Tijuca.

O humorístico da revista eletrônica semanal da Globo juntou falas de diversos personagens de novela para associar Bolsonaro e Lessa. Frases como “vizinho policial”, “esse tal amigo”, “coincidência’ e “ainda mais esse vizinho foram usadas.

Publicidade

Mais à frente, o quadro ironizou a apreensão de material que daria para montar 117 fuzis em outro imóvel, também ligado a Ronnie Lessa. Nas redes sociais, internautas se dividiram. Alguns acham que foi apenas uma brincadeira. Outros acreditam que Ronnie e Bolsonaro têm alguma ligação. Um terceiro grupo defende o presidente das brincadeiras e das acusações mais graves.

Publicidade

Bolsonaro não assistiu ao Fantástico. O presidente está nos Estados Unidos e, nesta terça-feira (19), tem um encontro marcado com o presidente norte-americano Donald Trump.

Publicidade

Enquanto Bolsonaro viaja e tenta colocar o Brasil como parceiro comercial do país mais rico do planeta, o general Mourão assume a presidência interina do país.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!