in

‘Globo tratou figurante morto como cachorro’, denuncia testemunha; ator ganhava só R$ 60

TV Globo / Montagem / Facebook

No final do mês passado, a novela das nove, ‘O Sétimo Guardião’, foi alvo de uma série de notícias desfavoráveis. De um lado estava a separação do ator José Loreto e tudo o que ela envolveu, do outro algo ainda pior, a morte de um figurante dentro dos estúdios Globo, no Rio de Janeiro.

Publicidade

O jovem Joseph Lima, de apenas 23 anos, acabou passando mal e morrendo dentro do canal, que agora é acusado por testemunhas de ter tratado a vítima como um ‘cachorro’. Testemunhas dizem que a Globo e outros canais não dão qualquer assistência a quem trabalha com figuração; os canais negam essas informações.

De acordo com uma reportagem publicada nesta segunda-feira, 11 de março, pelo site ‘Notícias da TV’, um figurante da Globo ganharia apenas R$ 60 para um  dia inteiro de gravação. No Rio de Janeiro, uma faxina em uma casa custa, em média de R$ 100 a R$ 200.

Publicidade

Indignado, um dos figurantes que viu a morte de Joseph, contou como tudo funcionaria. “Todo mundo cagou para isso [a morte de Santos]. Não valemos nada. Se o figurante morrer num set [estúdio], a gravação vai continuar. Eles continuaram a gravação como se não tivesse acontecido nada ou como se tivesse morrido um cachorro”, explicou o rapaz em entrevista ao site Notícia da TV (não teve o nome identificado).

Publicidade

Fontes disseram ao ‘Notícias da TV’ que o figurante chegou à gravação reclamando de dores. Inicialmente, em uma enfermaria do canal, foi dada uma injeção para dores musculares.

Publicidade

Mais tarde, em uma gravação em um ônibus,  o ator não resistiu. A Globo diz que está dando assistência à família e acompanhando o caso. Amigos negam qualquer ajuda.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.