in

Roger Guedes é oferecido ao Fla e diretoria impõe condições para fechar; saiba os valores

Fotomontagem: FlávioCRF

O atacante Roger Guedes que fez sucesso no Brasil jogando pelo Palmeiras, pode ser o novo reforço do Flamengo para a temporada de 2019. O jogador está atualmente no futebol chinês, atuando pelo Shandong Luneng, mas perdeu espaço no clube e deseja voltar ao futebol brasileiro.

Publicidade

Segundo o site Esporte 24 Horas, o agente do jogador, Paulo Pitombeira, ofereceu Roger Guedes ao clube da Gávea. A princípio o clube da China gostaria de vender o atacante, porém, o Rubro-Negro não pretende investir em uma compra pois já gastou bastante no mercado comprando o uruguaio de De Arrascaeta, Bruno Henrique e outros reforços. Além de bancar altos salários como o de Gabigol que veio por empréstimo da Inter de Milão.

Ainda de acordo com a apuração do Esporte 24 Horas, a ida de Roger Guedes para o Flamengo depende apenas do próprio atacante. O Shandong Luneng pagou 10 milhões de euros (R$ 45,4 milhões) para adquirir os direitos do atleta e essa alta quantia é um argumento do Flamengo para rechaçar a possibilidade de comprar o jogador e sim fechar por empréstimo.

Publicidade

Para a negociação ter um desfecho positivo Roger Guedes terá que reduzir significativamente seu salário. No momento ele ganha R$ 1,2 milhão por mês, além de premiações por metas atingidas, o que é inviável para qualquer clube do futebol brasileiro.

Publicidade

Interessado em vir para o Flamengo que é uma ótima vitrine para o futebol mundial, o atleta autorizou o agente negociar um novo contrato com o Shandong Luneng para baixar seu salário e poder voltar ao Brasil, possivelmente no Flamengo. O jogador já está ciente que perderá no mínimo R$ 600 mil se concretizar seu desejo de voltar ao país.

Publicidade

Nesta conta, o Flamengo teria que desembolsar cerca de R$ 600 mil para fechar com o atleta por empréstimo, isso se o time chinês não tiver uma proposta de compra compensatória de outro clube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Ataídes Milani Junior

Redator da 1News Brasil