in

Bolsonaro pode ser obrigado a fazer teste de sanidade mental após divulgar vídeo gay

Veja

O presidente do Brasil pode ter que fazer um  exame de sanidade mental. Pelo menos é isso o que estuda solicitar o Partido dos Trabalhadores (PT). O motivo foi o polêmico vídeo divulgado na rede social do líder do PSL, que exibia cenas íntimas entre dois homens em um bloco de Carnaval. 

Publicidade

O PT revelou ainda que vai usar uma recente lei para processar o presidente. Bolsonaro pode ser enquadrado na Lei 13.718/2018, que prevê pena de reclusão de um a cinco anos por publicar cenas de sexo, nudez, ou pornografia sem o consentimento da pessoa. A pena aumenta em um terço se houver intuito de vingança ou humilhação. 

A revelação foi feita pelo vice-presidente nacional do Partido, deputado federal Paulo Teixeira. O petista lembra que a lei diz que não se pode divulgar esse tipo de conteúdo, sem que exista o consentimento dos retratados. A cena divulgada por Bolsonaro teve repercussão e crítica mundial. A imprensa ficou perplexa com o tipo de material divulgado. 

Publicidade

Já nas redes sociais, opositores do presidente solicitam o seu impeachment. O motivo seria embasado na lei que fala do decoro do servidor público, tendo a figura de Bolsonaro como o posto mais alto. 

Publicidade

“Eu honestamente n sei oq eh mais engraçado
. Ele ter postado aquele vídeo sendo presidente de um país. Pedirem o impeachment com menos de 3 meses de presidência . Um cara chamado Mourão assumir”
, brincou um internauta, como pode ser visto na publicação acima. 

Publicidade

“Vejo o (des)governo Bolsonaro como um sujeito que acaba de ganhar um carro novo. Sentado diante do volante, com sorriso idiota, acena para seus amigos. Só que o carro não sai do lugar porque ele simplesmente não sabe dirigir! “, escreveu outro internauta sobre o tema. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.