in

Conheça o salário de cinco profissões que são discriminadas por muitas pessoas

Reprodução/G1

Qualquer profissão é importante e necessária, se não fosse assim já teria caído em desuso. Mas existem profissões que são consideradas por muitas pessoas como sendo qualquer coisa, apesar de fazer uma grande diferença na movimentação da economia e prestação de serviços. Confira na íntegra quanto ganha 5 profissionais de profissões que as pessoas discriminam.

Publicidade

Profissões discriminadas no Brasil

A profissão número um entre as mais discriminadas é a de diarista. Dependendo da região, tipo de imóvel e tamanho do imóvel, o preço da diária de uma faxina pode variar entre 50 e 200 reais. Por isso, se alguém trabalha cinco dias por semana, em duas casas por dia, ganhando em média 200 por faxina obterá o lucro de 8 mil por mês.

O segundo salário a ser apresentado é o de pedreiro. Mas, falando de salários, os valores impressionam. Um pedreiro ganha em média 120 reais em uma diária. Trabalhando 5 dias por semana, ele conseguiria no final do mês 2.400 reais. Um pedreiro especializado, chegando ao cargo de mestre de obras em uma empresa, tem piso salarial de R$6.000.

Publicidade

Salário de profissões importantes que são discriminadas

A profissão de gari é uma das mais discriminadas, mas sem esses profissionais a cidade viraria um caos. Um gari ganha em média, no Rio de Janeiro, um salário de R$1.100.

Publicidade

Entre outras funções, os coveiros são os principais responsáveis por todo o processo de sepultamento dos corpos. Um profissional da área ganha em média entre 972,46 reais até 2.449,21 reais.

Publicidade

A profissão mais importante de todas também é discriminada por alguns, mas o salário de um profissional da educação pode chegar a R$6.083 para o nível médio e R$ 15.000 para o nível superior.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.