in

Natura se posiciona e desmente mulher que fez comentário ofensivo

Ricardo Stucker/Divulgação Efe Montagem/Marlon Cavalcante

A morte do neto de Lula acabou gerando muita repercussão. Arthur Araújo Lula da Silva, morreu ontem (01) vítima de meningite meningocócica. A criança, de apenas 7 anos, chegou a dar entrada no hospital às 07h20 e teve a morte registrada 12h11. Ele era herdeiro de Sandro Luís Lula da Silva, filho de Lula.  

Publicidade

Lula havia solicitado então a sua saída temporária para ir ao velório, a autorização foi concedida com base na Lei de Execução Penal, que estabelece a previsão de saída temporária de presos para velórios e enterros de familiares, incluindo descendentes.

Com a notícia do falecimento e com a solicitação de Lula para sair da prisão para acompanhar o velório, o caso acabou gerando uma onda de comentários, entre consolações e ofensas. Um dos comentários mais polêmicos foi feito por uma mulher que se diz executiva da Natura, Yara Rezende. No Facebook, Yara atacou Lula comentando. “Quantas crianças esse tra$te matou ao roubar o povo? Aqui se faz”, explanou. O comentário acabou repercutindo e gerando indignação entre os internautas, a reação foi tanta que houve inúmeros pedidos para que a Natura divulgasse um posicionamento sobre o caso.

Publicidade

A Natura se apressou em se posicionar e desmentiu Yara Rezende, que em seu perfil no Facebook se apresenta como funcionária da empresa de cosméticos. A empresa, então, divulgou uma nota na sua página no Facebook declarando que Yara não trabalha mais na empresa desde 2015.

Publicidade

A Natura lamenta profundamente o falecimento do neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e manifesta solidariedade à família neste momento. A empresa é apartidária, repudia qualquer manifestação de desrespeito e esclarece que Yara Rezende não é mais colaboradora da Natura desde 2015”, declarou a famosa empresa de cosméticos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade