in

Familiares e petistas ficam revoltados com ação da PM em velório de neto do ex-presidente

Sputnik

Lula já está em São Paulo para o velório do neto de 7 anos, que será em São Bernardo do Campo e a Polícia Militar de São Paulo preparou um esquema especial de segurança no local. São vários PMs armados, inclusive na capela onde se encontra o corpo do garoto e tem dez viaturas no entorno do local, além da barreira montada logo na entrada.

Publicidade

Tudo isso causou revolta na família do ex-presidente e em alguns petistas. Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, acompanhado do deputado estadual Emídio de Souza, conversaram com o comando da PM e pediram para que os agentes não sejam tão ostensivos e também reclamaram que está havendo exagero em toda operação.

De acordo com o comandante da PM, somente familiares e amigos poderão entrar. O clima era de profunda tristeza no velório, mas agora está ficando bastante agitado e tenso. Sandro, filho de Lula e pai de Arthur, ficou sentado ao lado do caixão e chorando muito. Uma bola de futebol e um par de chuteiras foram colocados sobre o caixão branco, em homenagem ao menino.

Publicidade

A imprensa está do lado de fora do cemitério, juntamente com os militantes petistas, muitos curiosos também foram para o local na esperança de ver Lula. Quando Dilma Rousseff chegou ao local, houve grande movimentação e ela teve dificuldade para entrar, por causa do grande número de pessoas concentradas na entrada do cemitério.

Publicidade

A previsão é de que Lula fique cerca de 40 minutos no velório do neto e logo em seguida volte para a prisão na sede da Polícia Federal em Curitiba.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br