in

Bolsonaro se estressa com ministro e dá bronca histórica; veja

Foto: Evaristo Sá / AFP

Recentemente, uma polêmico explodiu no Governo Bolsonaro. Isso porque o ministro Ricardo Vélez Rodríguez enviou uma carta às escolas de todo o país para que filmassem seus alunos cantando o hino nacional e lessem um comunicado que levava o bordão ‘Brasil acima de tudo, Deus acima de todos’.

Publicidade

Por mais que Jair tenha concordado que cantar o Hino Nacional nas escolas é super importante, o presidente viu que era um erro muito grande a forma como o ministro estava pedindo para que isso ocorresse.

No entanto, Bolsonaro revela que chamou o ministro para uma conversa e mandou ele pedir desculpas e logo desfazer. Logo, o ministro apareceu em público para admitir seu erro e pedir desculpas.

Publicidade

O Hino Nacional continua sendo um projeto do Governo Bolsonaro para que as crianças o cantem nas escolas, porém a obrigatoriedade e também a filmagem dos alunos acabou sendo o que extrapolou neste comunicado de Vélez.

Publicidade

A carta, no entanto, será desconsiderada pelas escolas de todo o país e o Bolsonaro pediu para que Vélez começasse a prestar atenção em outras coisas. O presidente informou que uma das missões do Governo será investigar algumas escolas ligadas ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra).

Publicidade

O movimento que tem um dos líderes sendo Guilherme Boulos, candidato à presidência da República em 2018, estaria fazendo as crianças cantar um suposto Hino Internacional Socialista, em vez do Hino Nacional. Portanto, estas escolas devem ser investigadas, mas Bolsonaro não deu mais detalhes sobre este caso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com