in

Aeronave que transportava Emiliano Sala é encontrada irreconhecível; veja imagens

standard.co.uk

Após longo período de investigação para averiguar o que aconteceu com o bimotor que carregava o jogador recém-contratado pelo time de Cardiff, Emiliano Sala, o departamento de investigação britânico de acidentes aéreos (AAEB) solicitou informações essa segunda-feira, 25, já que a perícia constatou que a aeronave não estava autorizada a operar voos comerciais.

Publicidade

Nós coletamos evidências de radar, boletins meteorológicos, vídeo da aeronave no fundo do mar e entrevistas com testemunhas. Alguns aspectos operacionais ainda precisam ser determinados, como a validade da licença e das classificações do piloto”, diz a nota publicada pela AAIB.

O principal motivo do revés foi decorrente de uma falha humana, já que David Ibbotson cometeu uma série de ‘erros básicos’. Os relatos foram que ainda no controle do avião, David tentou desesperadamente se estabilizar, levantando rapidamente o avião, entretanto, falhando em conduzir a aeronave até o fim do trajeto.

Publicidade

Foram divulgadas as primeiras fotos que mostram o estado do avião após a colisão, deixando nítida a ideia da violência do impacto entre a aeronave e superfície. 

Publicidade

Relembre o acidente 

O avião desapareceu misteriosamente em 21 de janeiro. Entre o canal da mancha e o país de Gales, um corpo foi encontrado depois de uma longa espera de 18 dias após o ocorrido. Posteriormente, foi descoberto que era o corpo do atleta. Enquanto isso, o corpo do piloto de 59 anos continua desaparecido até hoje. A família de Ibbotson, através de uma vaquinha coletiva, conseguiu arrecadar (R$ 932,6 mil) para financiar a continuação das buscas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade