in

Drama! Mulher de ex-jogador morre após dar à luz e despedida é de fazer chorar

Fotomontagem: Emotion/Instagram Carlos Bossio/ Rômulo Nogueira

Nesta segunda-feira (25), Carlos Bossio, ex-goleiro da seleção argentina, publicou uma foto para anunciar o falecimento de sua esposa. Ana Debora Lucero Bustamante tinha 42 anos e morreu vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), após dar à luz a primeira filha do casal, Isabela.

Publicidade

Na semana passada, Carlos já havia feito uma publicação onde dizia estar orando por ela. A filha do casal ainda está no hospital, pois nasceu prematura, com sete meses.

Na legenda da postagem, o ex-goleiro escreveu: “Boa viagem! Amor, assim me lembrarei de você: cheia de alegria, loucura, amor e disposta a se dar aos demais, às vezes mais do que você tinha para dar“.

Publicidade

View this post on Instagram

Buen viaje! Amor❤️ asi te recordare llena de alegria, locura, amor y dispuesta a darle a los demas a veces hasta lo q vos no tenias….esa forma de ser q nos enamoraba a todos y ese embobamiento q nos llevaba a todos a seguirte en tus ideas y locuras….fuiste un ser especial en la tierra? y ahora lo seras en en cielo! Diosito se llevo a muchos para armar su equipo, seguro ahora empezo a armar la Seleccion!! Sos mi Amor eteno! Y me dejaste ese regalito hermoso llamado Isabella? para criarla como siempre soñamos! Quedate trankila q lo voy a hacer y le voy a contar todos los dias como era su Madraza y lo q irradiaba. Ojala tu Felicidad conmigo sea igual a la mia x compartir estos años maravillosos a tu lado, te vamos a recordar y extrañar todos los dias de nuestras vidas mi Pochi Hermosa, te recontra mil AMO ❤️❤️

Publicidade

A post shared by Cordobes y Pirata ☠️?? (@chiquitobossio) on

Publicidade

Carlos ainda escreveu que Deus o deixou com um pequeno presente, se referindo a filha do casal. Mesmo com sua partida, ele promete que fará de tudo para manter viva a promessa da mulher que amou e que vai continuar amando todos os dias.

Ao longo de toda sua trajetória no esporte, o goleiro teve passagens por grandes times argentinos como Belgrano, Defensa y Justicia, Lanús, Estudiantes e Tiro Federal. Além desses grandes clubes, entre 1999 e 2004 defendeu a camisa do time europeu, Benfica.

O Benfica se solidarizou com a perda do jogador e emitiu uma nota lamentando o ocorrido. O clube alega que todos do clube estão sofrendo junto com ele e que pediu para que Carlos se mantenha firme e forte.

Nos anos 90, Carlos se consagrou na carreira ao defender a seleção argentina, na Copa Rei Fahd (precursora da Copa das Confederações). Daí em diante vieram, outros campeonatos importantes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.