in

Grêmio vende Tetê e se aproxima de independência financeira

Fonte: Notícias ao Minuto

O Grêmio concluiu a venda do jogador Tetê, que dará ao clube, nada mais nada menos do que 10 milhões de euros, que equivalem a aproximadamente R$ 43 milhões de reais. Serão 45% de direitos econômicos e 15% mantidos para a possibilidade de uma futura venda. O atleta foi vendido sem nem mesmo ter jogado junto a equipe principal do time, mas segundo o presidente do time, Romildo Bolzan Júnior, a venda foi necessária para chegar mais perto da independência financeira do grupo.

Publicidade

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense está caminhando para conseguir uma estabilidade financeira que não dependa somente da venda de seus jogadores, como foi no caso da venda de Tetê, Marcelo Grohe e outros. O clube segue rumo à sua independência financeira.

Isso é o que espera o presidente do Grêmio, que vê a venda de Tetê como uma grande contribuição para dar suporte e êxito ao planejamento financeiro que o grupo tem tentado alcançar. Eles ainda direcionarão parte do dinheiro para aplicar em sua base.

Publicidade

De acordo com o presidente, o próprio Tetê teria dito que pensa na possibilidade de voltar para o Grêmio no futuro.

Publicidade

“O Grêmio vendeu um jogador que não jogou conosco ainda, mas o negócio era excepcional. O jogador tinha algumas expectativas, mas na posição dele tem o Everton, Marinho, Montoya, Alisson, Pepê e talvez até o Tardelli. Ele teria um tempo a mais para ter suas expectativas atendidas. E o Grêmio tem na base jogadores com a mesma perspectiva do Tetê. Sabíamos que ele estava desconfortável. Eu, particularmente, não gostaria de vender. Mas, no momento que o representante dele achou que o negócio podia andar, sentamos novamente”, explicou ele.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade