in

Delegado vai a Bolsonaro e detalha o que sabe sobre a sórdida trama para matar o presidente

Veja / Arte: Fernando B.

Nesta segunda-feira, 25 de fevereiro, o delegado responsável pela investigação da tentativa de assassinato ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, teve um encontro com o próprio.

Publicidade

Rodrigo Morais, titular do inquérito que investiga Adélio Bispo, tem a missão de contar a Jair a trama sórdida do dia do atentado a faca que ele sofreu e se alguém foi mesmo mandante do ataque, assim como acredita o político.

Além do delegado e de Bolsonaro, quem também participa do encontro é o Ministro da Justiça, Sérgio Moro. Maurício Valeixo, diretor-geral da Polícia Federal, também acompanha o caso. Nos últimos dias, o presidente chegou a ficar internado e passou por uma cirurgia de sucesso de reversão da colostomia. O procedimento ainda motivada pela facada dada por Adélio em Bolsonaro.

Publicidade

O objetivo do encontro é descobrir tudo sobre Adélio e se o atentado foi mesmo planejado, como Jair Bolsonaro suspeita desde o início.

Publicidade

Em investigação de caso de tentativa de assassinato de Bolsonaro, delegado contou a Bolsonaro o que se sabe até o momento

Em um vídeo gravado quando ainda estava internado para retirar a bolsa de colostomia, Bolsonaro cobrou da PF uma resposta sobre o caso. No vídeo, o presidente citou a necessidade de a corporação dar uma resposta para o caso “nas próximas semanas”.

Publicidade

Em suas publicações feitas na Internet, Jair Bolsonaro costuma citar o fato de que Adélio foi filiado ao PSOL. O presidente tem trabalhado, recentemente, em muitas frentes no governo federal. Entre as tratativas, estão a reforma da previdência e a crise na Venezuela.

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.