in

Multidão protesta durante pré-Carnaval paulista: ‘Ei, Bolsonaro, vai tomar…’

Às 16h15 deste domingo (24), o Acadêmicos do Baixo Augusta, um dos maiores blocos de Carnaval de São Paulo, deu início ao seu desfile de pré-Carnaval. O bloco reuniu uma multidão de foliões, que acompanharam os três trios do grupo

Publicidade

No desfile do ano passado, o festejo levou um milhão de pessoas para a Consolação, segundo estimativas dos organizadores. Ainda não há um balanço do número de foliões presentes no bloco em 2019, porém, uma multidão de proporções similares à do ano passado se espremeu para acompanhar os trios.

Popular pelo toque político em seus desfiles, o bloco usou uma música do grupo Legião Urbana, “Que país é esse?”, como inspiração para a escolha do tema do desfile de 2019. Desta forma, seus integrantes tentaram deixar clara suas posições contra o autoritarismo que, segundo eles, estaria sendo estimulado no país.

Publicidade

O atual presidente, Jair Messias Bolsonaro (PSL), foi o alvo principal dos protestos da multidão, que em coro e acompanhados pela bateria, gritavam “ei, Bolsonaro, vai tomar no …”. Aydar e Simoninha puxaram gritos de “ele não” e “ele nunca”.

Publicidade

Durante a festa, o que mais se viu foram homens vestidos de rosa e mulheres de azul, uma afronta a fala da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Bolsonaro, Damares Alves, que algum tempo atrás afirmou que cada gênero deve usar uma cor específica de roupas.

Publicidade

Por volta de 18h, no momento em que o bloco se encontrava em frente ao cemitério da Consolação, a chuva resolveu dar as caras. Alguns foliões deixaram o local para escapar do mau tempo, que não durou mais que 15 minutos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.