in

Posição firme pode ser tomada: Coronel diz que Venezuela extrapolou limites com tiros e bombas

Foto/Reprodução: Globo News

Neste sábado,  23 de fevereiro, o coronel do Exército brasileiro, José Jacaúna, chamou de “lamentável” o confronto na fronteira entre Brasil e Venezuela. De acordo com ele, nunca em  sua trajetória como militar, havia visto soldados de outro país jogarem bombas de gás lacrimogênio e até darem tiros reais contra o nosso território. 

Publicidade

Para o Coronel, uma posição firme precisa ser tomada e de maneira rápida. Ele garante que a Venezuela e os seus militares extrapolaram os limites da fronteira e atentaram contra a nossa soberania nacional. 

A secretaria de segurança do Palácio do Planalto, ao saber da indignação do coronel, disse que vai apurar os fatos e que o governo de Jair Bolsonaro tomará providências. 

Publicidade

“Eles [os militares da Venezuela] realmente extrapolaram na reação em cima dos venezuelanos que estão aqui no nosso território”, disse o coronel Jacaúna em entrevista ao canal a cabo da Globo News. 

Publicidade

Secretaria do Palácio do Planalto diz que os episódios estão sendo analisados e que posição do governo será dada.

A forma como a Venezuela agiu repercutiu também nas redes sociais. “Vocês subestimam o exercito brasileiro demais, não se esqueçam que em território latino-americano,em questão bélica somos potência”, disse um  dos internautas. 

Publicidade

Outras pessoas querem que tudo tenha um final diplomático e que uma guerra de fato não ocorra. “Para de fazer piada e querer guerra! Daqui a pouco vai colocar o povo brasileiro em guerra por um problema que não é nosso! Não quero minha família morta em guerra”, escreveu outro internauta ao falar sobre o  tema. 

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.