in

Conheça 4 alimentos que tornam as pessoas mais inteligentes

Getty Images

A escolha da comida tem também importância no bom funcionamento do cérebro. A dieta não afeta apenas o corpo, de uma forma mais física, impacta também sobre o bom funcionamento do organismo como um todo, incluindo o cérebro, o órgão que consome mais energia. Tudo isso vem revelado no livro ‘Comida para o cérebro: como comer de forma inteligente e aguçar a mente’, da especialista Lisa Mosconi. 

Publicidade

Assim, enquanto alguns alimentos ajudam a evitar problemas, como a demência, estresse e perda de memória cognitiva; outros fazem precisamente o contrário, causando alguns problemas neurológicos. 

Quatro alimentos bons

Publicidade

A cavala é um peixe bom para tratar a perda cognitiva e até reverte alguns danos já existentes. Diversos estudos indicam a importância do ômega 3, muito presente na cavala, até para evitar doenças como Alzheimer.

Publicidade

Publicidade

O azeite é também uma boa gordura e uma fonte vegetal de ômega 3, ajudando a aumentar os níveis de oxigénio no cérebro. É excelente para proteger da demência. 

Também as folhas verdes, como o espinafre, são muito recomendados, para evitar a demência, por sua vitamina E.

Finalmente, a  beterraba, como fonte boa de açúcar. A glicose é energia para o cérebro. Naturalmente, o açúcar é evitado, mas alimentos como a beterraba, kiwi, grãos integrais, batata doce, cebola e cebolinha são ricos em açúcares bons e que ajudam o funcionamento do cérebro. 

E os alimentos que colocam tudo a perder

Por outro lado, Lisa Mosconi revela, em seu livro, quais os alimentos que podem jogar tudo a perder, e que prejudicam muito o cérebro.

Comidas fritas, fast-food, e alimentos processados são o maior inimigo da saúde mental das pessoas, de acordo com a especialista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade