in

Papa trata assunto delicado e gera polêmica: ‘apesar de humilhar e de dar medo’

Fotomontagem:Alessandro Bianchi/Reuters/Greenke/Marlon Cavalcante

O papa Francisco fez um apelo nesta quinta-feira (21) aos líderes da igreja de todo o mundo, para que os mesmos adotem medidas concretas para o combate à pedofilia, tal pedido se deve aos últimos escândalos que envolveram até mesmo freiras que alegam terem sido abusadas.

Publicidade

Sendo este um dos problemas que vem levantando questionamentos quanto à credibilidade da igreja nos últimos anos, esta reunião é o ato pioneiro do líder de uma das instituições mais fortes e influentes do planeta.

O arcebispo maltês Charles Scicluna sendo um dos maiores especialistas sobre o tema e um dos a encabeçar a reunião declarou que este é o momento da verdade.

Publicidade

‘É o momento da verdade. Apesar de dar medo e humilhar os servos de Deus”, declarou Charles.

Publicidade

Apesar da evolução nos últimos tempos ao combate de tais práticas, a ‘cultura do acobertamento’ como ficou conhecida a medida de abafar os casos, ainda é um dos problemas na qual a reunião tem como principal objetivo eliminar.

Publicidade

O assunto é de extrema delicadeza. No entanto Francisco demonstra otimismo e capacidade para enfrentar de maneira corajosa os crimes que foram cometidos dentro da igreja católica durante os anos, até mesmo chamando vítimas para relatar o sofrimento que viveram por conta disso. Foram atos desonrosos praticados por bispos cardeais entre outras autoridades do meio

O povo de Deus nos observa e espera não óbvias e simples condenações e sim medidas concretas e eficazes. Escutemos o grito das crianças que pedem justiça“, afirmou o pontífice diante de quase 200 líderes religiosos.

A expectativa é que seja anunciada uma série de medidas a curto, médio e longo prazo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade