in

Após ataques, Jornal Nacional dedica maior parte do tempo a favor de Bolsonaro

Fotomontagem: Bruno Avila / Instagram: William Bonner

O presidente Jair Messias Bolsonaro havia tido um áudio vazado em que denominava a emissora Rede Globo de Televisão como uma inimiga de seu governo. Após isso, a própria emissora soltou uma nota para afirmar que nunca agiu com viés político.

Publicidade

Nesta quarta-feira, todos foram surpreendidos quando o Jornal Nacional, apresentado por William Bonner e Renata Vasconcellos dedicou a maior parte do tempo a favor do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Na edição do jornal, os apresentadores da bancada se dedicaram a mostrar critérios da Reforma da Previdência, com um viés positivo. A reforma previdenciária é, sem dúvidas, a maior luta do Governo Bolsonaro até aqui, isso porque o presidente deve ter certa dificuldade em aprová-la.

Publicidade

Tudo indica que os deputados votarão a favor, mas Bolsonaro tem que articular bem todos os pontos da reforma para ser aprovada por grande maioria. A Rede Globo, no entanto, exibiu a matéria sobre a Reforma e contrariou aqueles que acreditavam em uma guerra declarada.

Publicidade

A maioria dos opositores da Globo imaginavam que seriam ataques atrás de ataques em edições do Jornal Nacional e em outros programas, tentando mudar a opinião pública para ficar contrária ao Bolsonaro. Ainda mais depois da hashtag #EuSouInimigoDaGlobo ter ficado nos Trending Topics do Twitter.

Publicidade

A acusação de Bolsonaro repercutiu tanto que fez boa parte da população ficar contrária à Rede Globo, tudo isso porque ele não queria um ‘infiltrado’ da emissora dentro de seu governo, pois desfavoreceria as emissoras rivais, que o apoia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com