in

Após áudio, Globo tenta ser ‘amiga’ de Bolsonaro, mas se dá mal: ‘Vai fechar as portas’

Fotomontagem: TV Globo/Fernando Borges

A polêmica entre a TV Globo e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, virou febre na boca dos eleitores do presidente. Tudo por  conta de um áudio em que o líder do PSL é categórico e intitula a emissora da família Marinho como sua inimiga número um.

Publicidade

O áudio faz parte da polêmica entre Jair Bolsonaro e o ex-Ministro, Gustavo Bebianno, demitido nesta semana. O áudio foi divulgado pela Veja e mostra uma espécie de ruído no governo no momento em que há coisas importantes a serem discutidas, como a reforma da Previdência. 

Em contrapartida, ontem à noite, no Jornal Nacional, William Bonner leu uma nota do Grupo Globo, no qual afirma que a emissora em nenhum momento tenta ser inimiga de Bolsonaro.  Ainda assim, só no telejornal, mais de meia hora foi dedicada ao assunto.  A tentativa de dizer que é “amiga” do político não funcionou.

Publicidade

‘Eu sou inimigo da Globo’ virou o assunto mais comentados das redes sociais e, para web, canal está com dias contados

No Twitter, apoiadores do presidente subiram a hashtag “Eu Sou Inimigo da Globo” e o assunto ficou em primeiro lugar no trend topics do microblog.

Publicidade

“Eu sou inimiga da Globo porque a Rede Globo é inimiga do Brasil. Eu não coloco inimigos dentro da minha casa e o governo Bolsonaro está correto em fazer o mesmo”, escreveu uma internauta.

Publicidade

Outras pessoas disseram que a Globo ia fechar as portas. Não é a primeira vez que há esse tipo de polêmica entre a Globo e Jair Bolsonaro. O político, aliás, evita dar entrevistas para o canal, preferindo suas exclusivas para as concorrentes Record TV e SBT. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.