in

Sornoza explica reviravolta na carreira e título de ‘rei das assistências’

UOL Esportes

Lado a lado com Gustagol, Junior Sornoza é um dos principais destaques do timão e terá papel fundamental na armação de jogadas do time na partida de hoje, às 21h30, contra o Avenida-RS, em jogo pela segunda fase da Copa do Brasil.

Publicidade

O meia deixou o Fluminense para se tornar o “rei das assistências”, no Corinthians. Já são contabilizados quatro assistências em seis jogos, mais da metade delas para o Gustagol, artilheiro da equipe, com sete gols marcados na temporada.

Segundo o Footstats, em 2018, jogando pelo Fluminense, Sornoza disputou 29 partidas do Campeonato Brasileiro e não deu sequer uma assistência para gol.

Publicidade

Questionado pelo UOL Esportes sobre a grande virada em sua carreira, o meia citou a estrutura corinthiana e uma fase ruim do Fluminense para justificar o título de “rei das assistências”.

Publicidade

“Não sei, mas pode ser também que o time estivesse passando por um mau momento. No Fluminense foram oito jogos sem fazermos gols, então foi difícil para todo mundo, também. É uma diferença muito grande (estrutura). No Rio tínhamos uma coisa e aqui há outra cultura e outras coisas, então sempre procuro dar o meu melhor”, afirmou Sornoza.

Publicidade

Além de chamar a atenção com assistências, sua ajuda no sistema defensivo fez com que Sornoza ganhasse a confiança de Carille. O meia está em quinto lugar entre os jogadores que mais roubam bola no Campeonato Paulista.

O jogador está escalado para a partida contra o Avenida-RS e ontem treinou entre os titulares. Sua boa fase permitiu que Carille poupe Jadson, que precisará de cerca de 15 dias afastado para reforço muscular.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.