in

Bolsonaro convoca General e reúne ministros por decisão histórica

Fotomontagem: Bruno Avila / CGN

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, já anunciou a demissão do ministro Gustavo Bebianno, que está sendo acusado de corrupção e não foi da tolerância do presidente Bolsonaro continuar com o mesmo em seu governo de representantes.

Publicidade

No entanto, Bolsonaro tem que tomar uma decisão histórica e não pode ficar sem um ministro da Secretária Geral da República para isso. Portanto, o presidente já convocou o General Floriano Peixoto para assumir a posição, ele aceitou e será o novo ministro deste governo.

Já com um novo ministro em seu governo, Bolsonaro convocou todos os outros para uma reunião. Esta união de todos tem um motivo: a decisão mais importante do governo até aqui, a Reforma da Previdência.

Publicidade

O presidente foi eleito com um dos objetivos em reformar a previdência e não deixar o Brasil em crise. Segundo o próprio Bolsonaro, o país afundaria em 2022 ou 2023 sem uma Reforma Previdenciária. Contudo, o governo tomará esta decisão.

Publicidade

Já tendo alguns critérios pré-estabelecidos, Bolsonaro resolveu reunir todos os ministros. Assim que todos estiverem de acordo, o projeto será enviado para a Câmara dos Deputados e terá uma votação entre os deputados federais, posteriormente, caso aprovada na Câmara, esta irá para o Senado Federal.

Publicidade

Tudo indica que Paulo Guedes deve ser o nome de mais influência nesta reforma, uma vez que o mesmo é quem coordena o Ministério da Economia e vem fazendo todo o projeto ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, colocando tudo no papel.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com