in

Catador de recicláveis usa seu dinheiro para manter escola criada por ele há 34 anos

Montagem Razões Para Acreditar

Em regiões carentes que ficam distantes dos grandes centros dos estados do nosso país, existem pessoas que fazem de tudo para mudar a realidade de crianças que não tem condições financeiras.

Publicidade

Uma dessas pessoas que pode se doar pelo outro é Sebastião Duque, que vem ajudando a transformar a vida dos pequenos, oferecendo uma chance deles poderem estudar e crescerem com um futuro. O homem que pratica a boa ação é catador de recicláveis e responsável por montar uma escola para as crianças carentes da comunidade em Olinda, no estado de Pernambuco.

A instituição fica localizada na II Etapa de Rio Doce, e foi batizada de Escola Nova Esperança. O local atende filhos de pessoas que estão desempregadas, catadores de recicláveis e pessoas que não tem condições financeiras para se sustentarem sozinhas.

Publicidade

Em uma estrutura improvisada, onde a maior parte da construção foi feita de doações, o espaço atende crianças entre 2 a 5 anos. Os responsáveis contribuem mensalmente com o valor de 30 reais. Isso porque o dinheiro é utilizado para pagar as 4 professoras que dão aula para os pequenos.

Publicidade

A escola já existe há mais de 34 anos, formando muitas crianças. Tamires dos Santos, uma das professoras que trabalha no local, diz que os alunos são como se fossem filhos para ela.

Publicidade

Seu Sebastião conta com o dinheiro que recebe de seu trabalho e da ajuda das pessoas que já passaram pela escola. Antes de ser catador, ele já trabalhou em vários outros ramos, como palhaço e vendedor de raspadinha de gelo, mas alega que seu maior ofício é atender as crianças na qual se dedica a doar todo seu amor e carinho.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.