in

Notícia que governo da Gronelândia dará 2 esposas a cada homem tem grande farsa revelada

Fatos Desconhecidos

Uma matéria que está circulando nas mídias sociais, desde de 2018, retornou a circular na internet, levando em consideração que é um fato que chama a atenção de diversos internautas, muitos ficam curiosos para saber se a informação é verídica ou não.

Publicidade

Diversos sites brasileiros falaram sobre o tema, explicando se o fato é verdadeiro. O artigo citado fala que o governo da Gronelândia, supostamente, estaria dando 2 esposas para homens de nacionalidades diferentes que se mudarem para lá.

O país em questão está localizado em região de clima mais frio, tendo os nativos cor mais branca, sendo uma ilha com localização na Dinamarca, o ambiente apresenta 77% de cobertura de gelo.

Publicidade

Um internauta postou vídeo no YouTube falando sobre o assunto, o post teve número alto de acessos. O site “Mais que Curioso” explicou sobre a questão, além disso, outro portal de notícias, como o Boatos.org abordou sobre a polêmica que aconteceu no Brasil, pois muitos acreditaram na informação.

Publicidade

Publicidade

Nesse sentido, os sites elencados falaram que a informação era falsa e tudo não passou de um boato com viés de fake news, que acabou se espalhando em rede social, principalmente no Facebook.

Por parte do governo desse país, nunca existiu uma proposta, convidando estrangeiros para irem morar lá com a finalidade de casarem com duas nativas residentes naquela área.

Alguns países da Europa abrem as portas para imigrantes, todavia com a principal finalidade de adquirirem mão de obra para funções específicas em razão de fatores econômicos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Andressa Cavalcante

Bacharel em direito, também possui formação no curso de Análise e desenvolvimento de sistemas, há 3 anos que trabalha como colunista em sites. Trabalha como Gerente de Mídia Social na página Garota Conservadora assim como em Loucos por Armas ambos do Facebook, no Instagram administra os perfis @versosdadireita e @blogconservadora