in

Luciano Huck prova veneno amargo e condenação na Justiça é exposta na Globo

Reprodução / TV Globo

O apresentador Luciano Huck é um dos mais conhecidos e queridos da TV brasileira. O Caldeirão do Huck, exibido pela Globo desde o começo dos anos 2000, é um programa de sucesso. Atualmente, um dos quadros mais importantes do programa é o Quem Quer Ser o Milionário – espécie de Show do Milhão do Caldeirão.

Publicidade

Nesta terça-feira (12), internautas perceberam uma clara referência a Luciano Huck no programa Tá no Ar. O humorístico levou ao ar uma paródia do Quem Quer Ser o Milionário. Marcius Melhem fazia o papel de Luciano Huck.

A pergunta feita, porém, chamou a atenção. “Você vai construir um hotel seis estrelas no meio de uma reserva ecológica. Quanto tempo é necessário para conseguir as licenças ambientais?“, dizia a pergunta. As opções eram “A: 2 anos; B: 1 ano; C: 1 mês; D: 1 dia”.

Publicidade

Em 2017, Luciano Huck foi condenado por ter cometido crime ambiental. O apresentador da Globo colocou boias que impediam o acesso à sua mansão na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis. O global alegou que havia feito isso porque o cerco se destinava à maricultura.

Publicidade

O argumento de Huck não convenceu a Justiça. Em outubro daquele ano, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a execução da sentença. O apresentador teria que retirar as boias e pagar uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 40 mil.

Publicidade

Não há como garantir que o Tá no Ar deu uma indireta como essa a um apresentador da própria Globo, mas também não como dizer que não. O humorístico, que está em sua última temporada, tem sido bastante ousado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!