in

Polícia faz descoberta surpreendente sobre piloto que morreu com Boechat

G1/ Montagem Rômulo Nogueira

Na tarde desta segunda-feira (11) o apresentador Ricardo Boechat sofreu um terrível acidente de helicóptero que acabou culminando na sua morte.

Publicidade

A investigação feita pela polícia chegou a conclusão de que ele e o piloto estavam dentro do helicóptero que pegou fogo.

O piloto que estava junto com o apresentador, chama-se Ronaldo Quattrucci. As investigações identificaram, surpreendentemente, ele era o proprietário da empresa RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda., que segundo as apurações não tinha autorização para  funcionar como táxi aéreo. O empresário tinha 56 anos e deixou dois filhos.

Publicidade

Segundo a Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe), que divulgou uma nota, Quadrucci seguiu as riscas as orientações de segurança até o último momento. O procedimento seria para impedir que quem estivesse a bordo tivesse sua vida preservada.

Publicidade

A nota ainda diz: “Importante destacar, ainda, a experiência de quase duas décadas do comandante, as licenças regulares, bem como as características e potencial da aeronave que comandava”. O helicóptero com o apresentador saiu de campinas onde ele havia feito uma palestra.

Publicidade

O helicóptero estava seguindo para a sede da Rede Band, emissora na qual o apresentador Ricardo Boechat trabalhava. A queda ocorreu na rodovia Anhanguera, junto ao Rodoanel, onde acabou se chocando com um helicóptero.

A aeronave estava com seu Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), válido, assim como a situação de Inspeção Anual de Manutenção, estava regular. Por enquanto não se sabe o que ocasionou o acidente. Os peritos seguem realizando investigações para descobri o que motivou a queda do helicóptero.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.