in

Globo derruba programação, anuncia morte de Bolsonaro e exige saber quem matou

Montagem TV Foco

Neste domingo (10), a Rede Globo de televisão causou o maior barulho ao anunciar a morte do presidente Jair Bolsonaro. ‘Interrompendo’, mais uma vez, a programação do Fantástico com o quadro ‘Isso a Globo Não Mostra’, a emissora surpreendeu ao começar com a pergunta: “Quem matou Bolsonaro?”.

Publicidade

Na verdade, tratava de uma fala da deputada Joice Hasselmann na câmara, que deu muito o que falar e acabou viralizando nas redes sociais. Os internautas, como sempre atentos a tudo, amaram a questão que foi levantada pela emissora e fizeram piada com a situação.

Um dos internautas, inclusive, chegou a falar sobre a morte do político, peguntando “quem matou?”. Na mesma edição, ainda, a emissora mostrou um discurso do presidente Sérgio Moro, onde ele fazia referência a uma contratada da RecordTV, Ana Hickman, que lutava contra um agressor, porém, no lugar dela, ele acaba citando Carolina Dieckmann.

Publicidade

Na sequência, ao ser corrigido por uma pessoa, ele rapidamente corrige suas falas. Quem assistiu ao quadro, achou que foi uma ironia por parte da emissora que foi duramente criticada por conta das referências.

Publicidade

Nem mesmo Damares Alves escapou do quadro, que desmentiu algumas frases polêmicas ditas por ela. Os roteiristas pegaram citações polêmicas em que a ministra esteve envolvida para satirizar, como a sua declaração em que ela afirma que as pessoas vivem em uma “ditadura gay”.

Publicidade

Apenas uma última fala de Damares foi classificada como sendo verdadeira. Nela, a ministra diz: “Eles pensam que nós somos idiotas. Eles pensam que nós somos bobos”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.