in

‘Gritos de socorro e desespero’, relata jovem que sobreviveu ao incêndio no CT do Flamengo

G1

Kayque Soares, um dos jovens que estava no ‘Ninho do Urubu’ quando o incêndio começou na madrugada desta última sexta-feira (08), conseguiu escapar das chamas, mas não consegue esquecer o que viveu lá dentro.

Publicidade

O rapaz deu uma entrevista para o SporTV e contou como foram os minutos de pânico dentro do Centro de Treinamentos do Flamengo. O incêndio matou dez pessoas e três estão internados, sendo que um encontra-se em estado gravíssimo.

Kayque acordou com o barulho do fogo já consumindo o local e foi um dos últimos garotos que conseguiram deixar o alojamento, só que ele ouviu alguns colegas gritando por socorro e quando olhou tinha um segurança tentando quebrar uma janela para salvar mais três jovens.

Publicidade

O rapaz teve leves queimaduras, mas disse que isto não é nada em comparação com o que aconteceu com seus amigos.
 

Publicidade

Identificação por DNA

Os peritos montaram uma força-tarefa para identificar os quatro corpos carbonizados no incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, sendo que os outros seis já foram identificados. Segundo o Flamengo será preciso realizar exames de DNA para que o trabalho de identificação pudesse ser concluído e isso pode demorar semanas.

Publicidade

Os familiares já foram informados que precisam fornecer material para que o teste de DNA seja realizado. Só que a Polícia Civil conseguiu identificar duas vítimas através das arcadas dentárias.

Dos três jovens que encontram-se internados, dois apresentam quadro estável e estão conscientes, mas o outro está enfrentando uma situação bastante delicada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br