in

Flamengo: empresário choca ao revelar como pais de jogador ficaram sabendo de sua morte

GE

Na manhã desta sexta-feira (08), uma grande tragédia assolou o CT do Flamengo. Um incêndio causou mortes e destruição. Era madrugada quando um incêndio tomou conta do CT de treinamento do Flamengo. Até o momento foram dez vítimas fatais e três feridos.

Publicidade

Um dos mortos identificados era o volante Jorge Eduardo Pereira dos Santos, de 15 anos, natural de Além do Paraíba, em Minas Gerais. A morte dele foi confirmada pelo treinador Homero Povoleri, ao G1, e pelo pai do jogador à Globo News. De acordo com o empresário, os pais do garoto já foram para o Rio de Janeiro encontrar o empresário que vem cuidando dos trâmites burocráticos no Instituto Médico Legal (IML) para a liberação do corpo.

Ainda não se tem informações sobre velório e enterro. Por conta da morte do jogador, a prefeitura de Além do Paraíba decretou luto na cidade de três dias.

Publicidade

“Eu fui acordado às 6h pelos pais dele, que viram a notícia na TV e não conseguiram falar no celular do Jorge. Eu também tentei falar com ele e com o coordenador do Flamengo, mas ninguém atendeu. Pais de outros jogadores de Além Paraíba que também estão na base do Flamengo, mas não estavam no CT me informaram que o Jorge estava entre as vítimas. Os pais estão desorientados. Eu não acredito. Ainda acho que estou dormindo”, relatou o empresário.

Publicidade

O garoto começou a jogar futebol aos sete anos, no Democrata de Além Paraíba, projeto que até hoje vem sendo mantido pela Associação de Pais e Amigos do Clube.

Publicidade

Neste ano, o garoto teria uma promoção, sairia da categoria sub-15 para atuar na categoria sub-16.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.