in

História da vida de famoso sambista vai virar filme

Arquivo Pessoal/Extra

Baseado no livro, Zeca Pagodinho: Deixa o Samba me Levar, que conta a história do sambista Jessé Gomes da Silva Filho, mais conhecido como Zeca Pagodinho, vai ganhar as telas do cinema nacional. O longa está em fase de pré-produção.

Publicidade

Referência no samba nacional, Zeca é conhecido por ser um cara legal e divertido. Não faltam histórias inusitadas para contar, em 2018 teve um musical biográfico do cantor que foi apresentado em teatros do país inteiro. 

Uma das história mais hilárias que deverá ser contada no filme é de como ele não pôde entrar na festa do próprio casamento. Uns dias antes à data do casório, ele saiu pra beber com amigos, levou uma bolsa com os convites e a perdeu durante a bebedeira. Muita gente foi a festa e Zeca mesmo, não conseguiu entrar. Deu tudo errado, ele não viu o bolo e tem apenas 20 fotografias da ocasião, mas 20 anos depois ele resolveu renovar os votos com a esposa com outra festa.

Publicidade

O sambista disse em entrevista à Folha de São Paulo que prefere contratar profissionais que gostam de beber cerveja, já que sua família não bebe e ele gosta de beber acompanhado. Para se ter uma noção, para o seu aniversário encomendou cinco mil litros de cerveja.

Publicidade

Mas o cantor também se preocupa com social. Nas enchentes que atingiram seu município natal, Xerém, região da cidade de Duque de Caxias, onde tem um sítio, ele não mediu esforços para ajudar os desalojados. E toda a Páscoa, doa ovos de chocolate às crianças da região, ato que já virou tradição

Publicidade

Ele também adora os animais. Contou em entrevista à Revista TPM, que quando bebe no shopping, depois passa no petshop para comprar um cachorro e que já chegou a pagar três mil reais em um. Em sua defesa, diz que fica com pena dos animais.

Essas e outras histórias de Zeca Pagodinho, poderemos ver em breve nos cinemas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade