in

Equipe de TV recebe voz de prisão ao vivo ao invadir área restrita em Brumadinho

Reprodução / TV Globo / SSP-SP

A cobertura de tragédias como a que aconteceu em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde uma barragem da Vale rompeu no dia 25 de janeiro, é sempre tensa. Muitas emissoras de TV, rádio, jornais e portais de internet mandam seus repórteres ao local para que eles consigam notícias exclusivas.

Publicidade

No sábado (2), uma equipe de reportagem da Band recebeu ordem de prisão durante transmissão ao vivo para o programa Brasil Urgente. Nos finais de semana, o programa policial é apresentado por Joel Datena, filho de José Luiz Datena.

De acordo com informações do portal O Tempo, um policial teria dito que levaria o cinegrafista e o repórter para a delegacia porque eles teriam invadido um local restrito aos profissionais que trabalham nas buscas dos desaparecidos em Brumadinho.

Publicidade

A equipe da Band afirmou que as imagens foram feitas com o zoo da câmera de filmagem, o que permite a aproximação ao objeto filmado. O policial rebateu dizendo que helicópteros da Polícia Civil flagraram a infração.

Publicidade

De acordo com a Polícia Militar (PM), a equipe da Band foi retirada da área de risco e não chegou a ser conduzida à delegacia. O rompimento da barragem da Vale causou centenas de mortes e de desaparecidos.

Publicidade

Nas redes sociais, como o Twitter, circulam vídeos gravados pelos próprios moradores de Brumadinho. A cena é de total destruição e desolação na cidade que foi tomada por 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério misturados a lama. Ainda não há previsão de quando as buscas vão ser encerradas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!