in

Insatisfeitos com preço, agricultores arremessam toneladas de tomate às margens de rodovia

G1

Os produtores rurais de Ribeirão Branco (SP) arremessaram toneladas de tomate às margens de uma rodovia, por conta da queda dos preços. De acordo com os agricultores, o valor cobrado pelo produto não cobre nem os gastos de produção e, por isso, optam pelo descarte.

Publicidade

Segundo os agricultores, uma caixa com 22 quilos, que normalmente seria vendida por R$64, hoje está sendo vendida por R$21. Muitos produtores estão desistindo do cultivo por causa do valor de mercado, como é caso de Dirceu Souza de Araújo, que é ex-produtor de tomate. Segundo ele, a produção causa muitos prejuízos, por isso, acaba não compensando pelo alto valor do veneno e adubo.

De acordo com o presidente do sindicato Rural, Joel Meira, quando o preço do tomate cai, automaticamente afeta a produção do fruto. Com isso, muitos agricultores acabam não conseguindo pagar as despesas.

Publicidade

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ribeirão Branco, outra razão para o descarte é a condição dos tomates. Muitos não podem ser vendidos, porque não apresentam um bom tamanho. 

Publicidade

Quando isso acontece, duas coisas podem ser feitas. A primeira é a seleção dos frutos, em que são retirados os tomates que estão podres A segunda é a questão do custo, quando a produção não está boa, a carga sai, vai para o destino, porém volta e é é descartada para o município.  

Publicidade

A presidente do Sindicato, Edna Aparecida, acredita que uma boa alternativa seria a distribuição dos frutos, ao invés do descarte. Segundo ela, essa situação deveria ser debatida para definir a quem será entregue. No entanto, a presidente do Sindicato Rural diz que o valor do transporte para doação poderia acabar afetando os produtores rurais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade