in

Especialista diz que embargo saudita a frango brasileiro é ‘aviso’ à Bolsonaro

A Arábia Saudita é o maior destino das exportações de frango que o Brasil produz. Recentemente, o país barrou a compra e entrada dos insumos de 5 frigoríficos brasileiros que forneciam frango para o país oriental.

Publicidade

Segundo eles, isso se deu devido a critérios técnicos, mas aparentemente o episódio envolve mais do que isso, e acredita-se que é uma resposta à política externa de Bolsonaro (PSL), atual presidente brasileiro.

Publicidade

Publicidade

Segundo o professor da PUC os motivos são políticos

Publicidade

Um professor da PUC foi entrevistado para entender o motivo desse embate oriental, para ele a decisão dos sauditas não passa de uma resposta natural ao posicionamento do presidente brasileiro em relação à capital de Israel.

Bolsonaro quer transferir a embaixada do Brasil para Jerusalém

Bolsonaro, assim como os Estados Unidos fez, decidiu transferir a embaixada brasileira para Jerusalém, como a maioria das pessoas sabe, os judeus e árabes reclamam Jerusalém com sua capital.

De acordo com a opinião do especialista, o fato de Bolsonaro não ser imparcial referente a situação de Israel pode trazer transtornos para o país e desfazer relações com o oriente que até hoje eram estáveis.

Autoridade oriental confirmou que o motivo foi político

No último ano, a Arábia Saudita comprou cerca de US$ 809 milhões em frango, com o impedimento desses frigoríficos de atuar no país esse valor pode cair em 2019. A Associação de Proteína Animal publicou em nota que os critérios foram técnicos, mas o ex-secretário-geral da Liga Árabe confirmou que o critério foi político e disse que a transferência da embaixada fere a imagem internacional do Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.