in

Família percebe ausência de cachorro e descobre que ele foi morto a pedradas

Fotomontagem: O Grito do Bicho/Diogo Marcondes

A violência contra animais indefesos é sempre algo que causa muita revolta. Nesta semana, um cão foi moto no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, capital de Goiás, e a morte teve repercussão na cidade. O crime teria acontecido na terça-feira (29).

Publicidade

Segundo a família que cuidava do bicho, a ausência do cachorro que atendia pelo nome de Bob foi percebida porque ele, diariamente, acompanhava o proprietário na hora da saída para o trabalho. O cachorro seguia até a saída da residência e depois retornava.

Na terça-feira, a situação foi diferente. O animal não apareceu a a família estranhou a situação. Quando procuraram pelo animal, o encontraram morto. Ele tinha sido morto a pedradas no quarteirão de cima da residência.

Publicidade

O caso repercutiu nas redes sociais e o vereador Paulo Magalhães (PSD) tomou conhecimento do assassinato depois de ver imagens do cão morto. A imagem que abre esse texto é meramente ilustrativa já que as imagens do animal ferido são muito fortes.

Publicidade

O político afirmou que acompanharia a família até a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente (Dema). Eles foram recebidos pelo delegado Luziano Carvalho, nesta quinta-feira (31). O caso deve ser averiguado e quem cometeu esse crime pode ser descoberto após investigação policial.

Publicidade

O corpo do animal foi retirado do local onde estava e teve a destinação correta com o apoio do vereador. “Não podemos permitir que esse caso fique impune. Maus tratos aos animais são crime. Matar um animal indefeso é um absurdo. Queremos que esse criminoso pague por esse ato”, disse Paulo Magalhães. A família não falou com a imprensa, mas estava bastante consternada com a situação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!