in

Mesmo com pai preso, Gustagol consegue viver grande momento no Corinthians

Terra

O Corinthians trouxe de volta o centroavante Gustavo que estava no Fortaleza, o atacante de 24 anos foi artilheiro do Brasil na temporada de 2018. Quando o Timão o contratou em 2016, o centroavante estava disputando a Série B com o Criciúma, e de repente virou a esperança de gols para o Corinthians, que no momento vivia em crise sobre um artilheiro na equipe.

Publicidade

Gustagol já chegou ao Corinthians com esse apelido adotado nas equipes anteriores, que chama Gustavo de um jogador matador, artilheiro nato. Em 2016, Gustavo atuou por nove partidas e deixou o clube sem marcar nenhum gol.

Em abril de 2018, Gustavo viveu uma situação bem complicada. O centroavante já estava emprestado ao Fortaleza quando viu seu pai ser preso.

Publicidade

Seu Aloisio Antonio, de 43 anos, foi pego pela policia com 15 quilos de maconha na sua residência em Registro-SP. O baque da prisão foi grande, mas o atleta estava ciente das escolhas de seu pai e precisava focar dentro de campo.

Publicidade

Na época, Rogério Ceni pediu ao centroavante que ele se desligasse dos problemas e tentasse focar em sua carreira e focasse em seus objetivos. Todos da família de Gustavo sabiam do envolvimento de Aloisio Antonio com tráfico.

Publicidade

Recentemente, o pai de Gustavo foi transferido para a penitenciaria de São Vicente-SP, e ele falou sobre isso em entrevista. O jogador disse estar tranquilo em relação a isso e que está focado em sua carreira e com objetivo de ganhar títulos no Corinthians. Em quatro jogos na temporada, Gustavo já marcou três gols.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com