in

Escalação do Corinthians pode ter oito novidades para o jogo de quarta-feira (30); confira

Daniel Augusto Jr

Carille terá pouco tempo para definir a equipe do Corinthians que voltará aos gramados já nesta quarta-feira (30), contra o Red Bull Brasil. Apesar do tempo apertado, o torcedor pode ser surpreendido pelo técnico com uma escalação com oito novidades.

Publicidade

Fagner encabeça a lista de prováveis retornos. O jogador fez parte dos titulares poupados no último jogo, contra a Ponte Preta, e só entrou em campo nos últimos momentos da partida para dar início à jogada que terminou com o gol da vitória, cravado pelo Gustagol.

A indecisão de Carille ainda está do meio de campo em diante. O técnico do coringa não descartou a hipótese de fazer alterações nas posições ocupadas por Richard e Ramiro, principalmente após a vitória do último sábado, onde Thiaguinho e Araos atuaram como titulares.

Publicidade

Na zaga, possivelmente o torcedor verá o retorno de Henrique para formar dupla com Manoel, recém contratado. Em coletiva concedida na Arena, Carille adiantou que o zagueiro vindo do Cruzeiro terá sua primeira oportunidade de mostrar seu futebol vestindo a camisa do clube. 

Publicidade

Caso Carille mantenha a formação 4-2-3-1, apenas uma presença é dada como certa: Jadson. O meia foi fundamental na vitória em cima da Ponte Preta. Junior Sornoza e André Luis ficam a disposição, assim como Pedrinho e Gustavo Silva.

Publicidade

Gustagol dificilmente ficará fora do seu lugar de titular no duelo contra o Red Bull. O centroavante artilheiro do Brasil em 2018 tem conseguido se destacar, além de ter a seu favor o fato de que Mauro Bosseli ainda não pode disputar 90 minutos de partida devido a sua atual forma física.

Assim, com base nas primeiras rodadas e no que Carille já soltou à imprensa, temos uma provável escalação do coringa para enfrentar o Red Bull: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Richard e Ramiro; André Luis, Jadson e Sornoza; Gustagol.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.