in

Maicon diz que não vai parar com as provocações e manda recado

GE

Se o ano de 2018 para a equipe do Grêmio foi marcado pelas provocações, em 2019 o capitão do time prometeu que isso não será diferente.

Publicidade

Em entrevista para o jornalista da Rádio Gaúcha, José Alberto Andrade, garantiu que as “brincadeiras sadias” vão continuar prevalecendo quando saírem do campo vitoriosos.

Maicon, aliás, teve uma grande polêmica relaciona a ele no ano passado, em setembro. Tudo aconteceu durante a partida no Beira-Rio, quando o Inter venceu o Tricolor Gaúcho por 1×0. Tudo isso porque, ao sofrer uma lesão e ficar fora da partida, ele foi ironizado pelo volante Rodrigo Dourado, que teria dado a entender que ele fugiu da partida. Dias depois do ocorrido, o capitão do time detonou o rival pelas palavras ditas.

Publicidade

Sobre a zoação Maicon disse: “Não vai criar clima. Vamos entrar para ganhar. Mas as brincadeiras, as zoações, isso tem que existir porque existe entre amigos. Imagina se você vai brigar toda vez com teu companheiro porque o time dele ganhou?” . O capitão acrescentou que tudo será feito sem desrespeitar a instituição rival, mas que não poderão deixar de fazer provocações, se não o futebol perderá a graça.

Publicidade

Segundo Maicon, na época de Romário, Edmundo e Paulo Nunes o “bicho pegava” e ninguém criticava, mas hoje tem muita “bobeirinha”. Para ele, tem que ser “quem ganhar zoa, o que perder atura”, até mesmo porque são rivais dentro do campo, não inimigos.

Publicidade

Depois de todas as polêmicas entre o Inter e o Tricolor Gaúcho, já tem data para ocorrer o primeiro reencontro dos dois clubes. Será no dia 17 de março, na Arena, pela décima rodada da primeira fase do Gauchão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.